quarta-feira, 18 de março de 2015

5 animações que não são tão infantis quanto parecem

                   Onde Vivem Os Monstros

Com trilha sonora da descolada Karen O, o filme conta a história do garoto Max, que está cansado de não ter ninguém para brincar. Ele, então, embarca para a terra onde vivem os monstros e lá é nomeado o rei. Tudo parece perfeito naquele mundo distante, até que Max começa a sentir falta de casa e interceptar entre as desavenças dos monstros. O filme é incrível porque, além de ser uma história sobre amizade e os valores da família, mostra a alienação de um mundo que não é o nosso, do qual às vezes queremos fugir.

Alice no País das Maravilha
A história é famosa e todo mundo já conhece. Alice já virou filme de ação nas mãos de Tim Burton e foi uma das animações mais assistidas da Disney. Uma garota segue um coelho falante, acaba caindo em um buraco e é transportada para o País das Maravilhas, onde encontra coisas inimagináveis. Escrito em 1865 por Lewis Carroll, Alice continua cheio de mistérios e controvérsias, sendo uma das obras do gênero nonsense mais celebradas. Antropomorfismo, alusões satíricas, paródias e enigmas linguísticos e matemáticos compõe essa história que transita, tenuemente, entre o mundo adulto e infantil.

                                      O Mágico de Oz
Se você tem vinte e poucos anos, o Mágico de Oz com certeza marcou a sua infância. Quem não se lembra do famoso mote "siga a estrada de tijolos amarelos"? Depois de um terrível furacão, Dorothy é transportada para a Terra de Oz, onde segue a difícil jornada de encontrar o grande mago e poder voltar para casa. No caminho, ela encontra personagens tão bem construídos que remetem a uma reflexão daquelas. Veja, por exemplo, a dicotomia entre o Homem de Lata e o Espantalho - um quer um cérebro, e o outro um coração, ilustrando um dos grandes dilemas contemporâneos

                                Coraline e o Mundo Secreto
Entediada em sua nova casa, Coraline Jones (Dakota Fanning) um dia encontra uma porta secreta. Através dela tem acesso a uma outra versão de sua própria vida, a qual aparentemente é bem parecida com a que leva. A diferença é que neste outro lado tudo parece ser melhor, inclusive as pessoas com quem convive. Coraline se empolga com a descoberta, mas logo descobre que há algo de errado quando seus pais alternativos tentam aprisioná-la neste novo mundo.

                         Mary e Max: Uma Amizade Diferente
Uma história de amizade entre duas pessoas muito diferentes: Mary Dinkle é uma menina gordinha e solitária, de oito anos, que vive nos subúrbios de Melbourne, e Max Horovitz , um homem de 44 anos, obeso e judeu que vive com Síndrome de Asperger no caos de Nova York. Alcançando 20 anos e dois continentes, a amizade de Mary e Max sobrevive muito além dos altos e baixos da vida. Mary e Max é viagem que explora a amizade, o autismo, o alcoolismo, de onde vêm os bebês, a obesidade, a cleptomania, a diferença sexual, a confiança, diferenças religiosas e muito mais.

3 comentários:

Anônimo disse...

gosto de todos

Anônimo disse...

digno

Anônimo disse...

adorei ... todos bons

meus videos favoritos

Loading...